Fios da história: A tapeçaria na rua!

Quando haviam grandes celebrações, as tapeçarias eram usadas para decorar monumentos e até mesmo as ruas! Assim, em ocasiões como coroações reais, como aconteceu com Luís XV em 1722, ou grandes procissões religiosas, as obras eram penduradas nas fachadas das casas. Veja a seguir na obra “A cavalgada no dia seguinte à coroação em Reims” de Martin, o Jovem, feita em 26 de outubro de 1722 e repare o muro da Catedral coberto de tapeçarias. Como também o quadro de Pierre Dublin “Luís XV indo à igreja para a sua coroação” que detalha com proximidade o local da cena de Martin.

Saiba mais em: https://tapisseries.monuments-nationaux.fr/La-tapisserie-de-A-a-Z/Les-mille-et-un-usages-de-la-tapisserie

  Martin le Jeune, La Cavalcade le lendemain du Sacre à Reims, 26 octobre 1722, huile sur toile, 1724, Château de Versailles

Pierre Dulin, Louis XV allant à l’église pour son sacre, Musée du Louvre, INV 26303-recto-folio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *